A Iniciativa

Há mais de uma década, a Fundação Software AG da Alemanha apoia financeiramente a formação de novos professores no Brasil, assim como novos cursos e seus formadores, de forma que os cursos puderam chegar a outras localidades do Brasil, além de São Paulo.

Em 2008, seguindo a orientação da Fundação Software AG/Alemanha, a Associação SAGST, representante da Fundação no Brasil, deu os primeiros passos para a implantação do Fundo de Bolsas (FUB), convidando a Associação Mahle e a Associação Beneficente Tobias (de 2009 a 2012), financiadoras de projetos antroposóficos na época, a participarem desse desafio.

 

No início de 2009, passam a integrar o recém-criado Fundo de Bolsas, a Federação das Escolas Waldorf no Brasil (FEWB) e a Federação de Educação Terapêutica e Terapia Social no Brasil (FETTS).

 

Assim, em conjunto, os representantes das Organizações Financiadoras e das Federações iniciaram as reuniões do Grupo Gestor do Fundo de Bolsas.

 

 

Fonte da Imagem: Acervo do Fórum das Formações

O Fundo

Criado em 2009 com o objetivo de fornecer bolsas de estudo para alunos de cursos de base antroposófica, a iniciativa já beneficiou quase mil alunos com bolsas em 22 cursos de formação, com valor superior a um milhão e duzentos mil reais.

Em um levantamento cadastral feito em 2011 com mais de 70 escolas Waldorf de todo Brasil, verificou-se que um elevado número de professores que estavam trabalhando não possuía o curso de Formação de Pedagogia Waldorf.

Numa pesquisa de opinião realizada com os alunos dos cursos apoiados, constatou-se que a metade destes já trabalhava em escolas ou organizações antroposóficas. A outra parte atuava em outras profissões e, de um modo geral, frequentava os cursos para ampliar seus conhecimentos pessoais e não por necessidade profissional.

 

Quem mantém
Atualmente os recursos que compõem o Fundo de Bolsas se dão pelo apoio destas três organizações parceiras:
• Fundação Software AG/SAGST (desde 2009)
• Instituto Mahle (desde 2012)
• Instituto Paripassu (desde 2019)

 

Fonte da Imagem: Acervo da Associação Beneficente Parsifal

Educando para o Futuro

O que apoiamos

O apoio financeiro está destinado ao candidato que já trabalha como professor em uma escola ou instituição de base antroposófica devendo ser indicado por sua instituição.

 

Desta forma, o Fundo atende as escolas Waldorf e organizações que demonstrem incapacidade financeira de arcar integralmente com a formação/capacitação de seus professores, educadores ou terapeutas, com a condição de contribuírem com uma parcela complementar ao valor da bolsa.

 

Fonte da Imagem: Acervo da Associação Beneficente Parsifal

A Gestão do Fundo de Bolsas.

O Grupo Gestor é composto atualmente por membros das três organizações parceiras e de representantes:

• da Federação das Escolas Waldorf do Brasil,
• da Federação das Instituições de Educação Terapêutica e Terapia Social e
• do Fórum das Formações em Pedagogia Waldorf e
• da Formação em Educação Terapêutica e Terapia Social.
• Conselheiros convidados do FUB

 

As principais atribuições do Grupo Gestor:

• analisar as solicitações de bolsas dos candidatos;
• deliberar sobre a inclusão ou exclusão de cursos de formação enquanto beneficiários das bolsas;
• estabelecer políticas para a aplicação dos recursos do Fundo de Bolsas,
• aprovar a prestação de contas dos recursos aplicados.

 

Administração:

• De 2009 a 2013 a administração de grande parte dos processos administrativos do FUB foi feita pela SAGST com apoio de colaboradores contratados.
• De 2014 a 2017 foi realizado de forma compartilhada entre FEWB, SAGST, e parcialmente pela FETTS.
• Desde 2018, passou oficialmente a ser administrado pela FEWB.

Conheça nosso Administrador

Criado em 2009 com o objetivo de fornecer bolsas de estudo para alunos de cursos de base antroposófica, a iniciativa já beneficiou quase mil alunos com bolsas em 22 cursos de formação, com valor superior a um milhão e duzentos mil reais.

A FEWB foi fundada em 1998 para agregar todas as escolas Waldorf existentes na época, cumprindo-se o que determinava o parecer do Conselho Estadual de Ensino do Estado de São Paulo. Também estava em andamento, entre os representantes das escolas Waldorf, um movimento para fundação de uma entidade representativa das escolas que viesse a substituir a Associação de Professores Waldorf, vigente na época. Representantes de 11 escolas fundadoras elegeram os primeiros Diretores, que eram das quatro escolas com até o Ensino Médio (categoria A).

Sua missão é defender os interesses comuns das Escolas Waldorf no Brasil e os seus principais objetivos são:

– Garantir a plena aplicação da Pedagogia Waldorf e o conteúdo antroposófico nas escolas filiadas;
– Representar as escolas oficialmente perante os órgãos de educação;
– Fomentar cursos visando a qualidade e demanda das escolas filiadas;
– Editar livros visando o aprofundamento dos docentes;
– Proteção legal, no Brasil, do nome Waldorf relacionados à educação.

 

Visite o site de FEWB: FEWB.ORG.BR

   

InscriçãoPara Bolsas

Pedimos que consulte as Regras Gerais.
Se a sua instituição já possui cadastro no nosso portal de inscrição de bolsistas, clique no botão para fazer o cadastramento do candidato.

 

[BAIXE AQUI O TUTORIAL DO SISTEMA]

Ou

[ ASSISTA AQUI O TUTORIAL DO SISTEMA ]

Clique Aqui

Nossos Parceiros